Espiritismo - Ciência e Religião

Amílcar Del Chiaro Filho

Ciência e religião se divorciaram lá atrás, numa das curvas do tempo, e esta separação parecia definitiva. Allan Kardec, no Evangelho Segundo O Espiritismo, inseriu no capítulo 1º - um texto que ele deu o título: *Aliança da Ciência Com A Religião. Kardec afirma que ambas são de Deus, portanto, não podem se contradizer.

O Mestre Druida afirma ainda, que a ciência deve levar em conta a espiritualidade, e a religião, deve considerar as leis orgânicas imutáveis da matéria. Mas, como ambas se repeliam mutuamente, seria preciso algo que preenchesse o vazio que ficou entre as duas, um traço de união que as ligassem novamente, e este traço de união está no Espiritismo, no conhecimento das leis que regem o mundo espiritual e as suas relações com o mundo corporal, leis tão imutáveis quanto as que regem os movimentos dos astros. O codificador afirma que toda uma revolução moral está se desenvolvendo no mundo sob a ação dos espíritos.

Logicamente, já no início do século 21 depois do Cristo, ainda existem cientistas materialistas, diríamos até, ortodoxamente materialista. Mas já temos muitos deles espiritualistas, e também espíritas. Hoje, muitos médicos além do seu arsenal de medicamentos e procedimentos terapêuticos, tem também, a prece e a fé, como elementos de curas.

Muitos médicos tem se dedicado a pesquisar o efeito da oração, e afirmam que as pessoas que freqüentam alguma igreja e se dedicam a espiritualidade, tem menos possibilidades de serem internadas e se o forem, ficam menos tempo. Já foram feitas experiências com dois grupos de pacientes graves, sendo que o grupo nº 1 recebeu preces diariamente, e o grupo nº 2, não. Depois do tempo marcado foi constatado que o grupo nº 1 teve um maior número de pacientes curados e melhorados, e poucos óbitos. O grupo nº 2 teve menos curas, mais pioras e mais óbitos.

Milagre? Não. Definitivamente não. Quando oramos formamos um campo magnético em torno de nós que nos protege e estimula as defesas do organismo. Este campo magnético pode ser dirigido, pelo pensamento, a outra pessoa a quem queremos beneficiar, e a envolve carinhosamente, promovendo também a ativação dos recursos de curas orgânicas, emocionais e espirituais da pessoa. O critério vale, também, para os espíritos desencarnados.

Obs. Allan Kardec – O Evangelho Segundo O Espiritismo – Aliança da Ciência Com A Religião – item 8.