Dicas de Estudo

Hector Nievas

Planejamento inicial.

Período: de 27/11/2000 a 7/01/2001 – (6 semanas de estudo)

Período: de 08/01/2001 a 13/01/2001 – (Revisões finais)

  1. Reunir todo o material a ser utilizado na preparação para as provas.
  1. Separar por matéria, contar quantas páginas de conteúdo para cada matéria a ser estudada.

    Utilizar a planilha “Planejamento inicial” do arquivo estudo.xls, lançar os respectivos valores para cada matéria.

  2. A partir deste momento, na planilha terás o numero de páginas a serem estudadas por semana em cada matéria, essas serão as tuas Metas semanais.

Dentro de cada semana vais escolher qual matéria estudar em cada dia, vão existir dias em que vais preferir uma matéria em vez de outra, isso você vai determinar. O importante é procurar cumprir a meta semanal de estudo, com isto terás a certeza que estudaras todo o conteúdo proposto até a véspera das provas.

No final da 1ª semana, terás que analisar se o número de páginas por matéria foi na prática viável, ou se ficaram muitas páginas além da capacidade real. Neste caso terás que “cortar” algum conteúdo de forma a conseguir estudar um número (x) de páginas possíveis, naquela(s) matéria(s) onde foi verificado excesso de conteúdo.

Caso tenhas que eliminar algum conteúdo, começa pelas matérias que possuem menor peso e dentro delas os conteúdos que tem menos chance de cair na prova, ou que historicamente aparecem menos.

DICA. Procura deixar as matérias com mais conteúdo, para o final de semana, assim como alguma matéria que faltou durante a semana, teoricamente terias uma distribuição da seguinte forma: 1 matéria de Seg. a Sex. , 2 no Sábado e 2 no Domingo. Mas você tem que escolher a forma que for melhor.

Dentro da planilha “Controle estudo”, iras informar diariamente a quantidade de páginas que estudastes em cada matéria, desta forma poderás acompanhar o andamento do teu estudo e controlar se estas cumprindo com as metas semanais.

  1. Revisões. Este item é muito importante para garantir a assimilação do conteúdo de forma organizada e sistemática. Através destas revisões programadas conforme a planilha “Escala revisões”, te livraras da preocupação de “do que revisar quando”, estas revisões devem ser seguidas conforme planejado a fim de garantir a eficácia do teu estudo.
  1. Seguindo estes primeiros passos, o foco agora é no dia-a-dia, ou seja, no “como estudar”.
  1. Na última semana procure revisar todos os resumos seguindo as dicas de como estudar.

Como estudar.

  1. Prepare um ambiente adequado para estudar, reúna o material necessário, planeje quantas páginas serão necessárias estudar neste dia e, que sejam compatíveis com as metas semanais propostas.
  1. Programe-se para a cada 50 min de estudo, dar um intervalo de 10 min, procurando movimentar-se a fim de fazer circular mais sangue no seu cérebro.
  1. Este intervalo é o tempo adequado para seu cérebro processar o conteúdo ate ali estudado e com isso você estará utilizando seu cérebro da melhor forma, proporcionando um maior rendimento, ou seja, você poderá estudar mais horas por dia, sem com isso “cansar” seu cérebro e prejudicar o seu desempenho. Leve a serio esta dica, fará grande diferença no seu desempenho.
  1. Antes de cada sessão de estudo procure dar uma olhada previa no conteúdo a ser estudado, de forma a focar o “esqueleto” do mesmo, ou seja, verifique os itens e subitens mais importantes do texto, percorrendo rapidamente toda a extensão do conteúdo a ser estudado, desta forma estará preparando o seu cérebro para assimilar melhor a matéria, pois ele criara um “esboço” para o conteúdo que vira a seguir.
  1. Faça resumo da matéria de forma “não linear” ou seja, utilize o modelo no final deste documento para nele registrar o “esqueleto” da matéria, utilizando palavras-chaves, cores, formas, pois desta forma estarás utilizando equilibradamente os dois hemisférios cerebrais (esquerdo e direito), com isso o cérebro poderá trabalhar melhor, pois este tipo de alternância auxilia a um rendimento e compreensão maiores, utilize também no seu material, cores, itens sublinhados e destaques visuais com o mesmo propósito.
  1. Os resumos que você produzir no seu estudo serão a matéria base para as revisões programadas (“Escala revisões”), estas revisões serão feitas em pouco tempo (aprox. 5 a 10 min), procurando a partir do seu resumo (“não-linear”), reconstruir mentalmente o material estudado naquela ocasião, neste momento poderá tirar as duvidas consultando a fonte utilizada na criação do seu resumo.
  1. Se tiver dificuldades para adotar este sistema de resumo, faça como se sentir melhor, mas lembro que esta forma “não-linear” auxilia muito no aproveitamento do estudo diário.
  1. Se desejares posso te mandar uma figura com um modelo de resumo (Mapa mental) para teres uma idéia melhor de como construir tais resumos. Nos próximos dias farei isso, acho que vai ser importante teres um modelo de referencia.

Alimentação.

Durante as sessões de estudo, procure comer frutas e beber bastante água, evite alimentos ricos em carboidratos, tais como: bolachas, pão, bolos, etc., pois estes induzem a produção de hormônios facilitadores do sono, lembre-se que o cérebro é o órgão do corpo humano que mais utiliza sangue e que mais consome energia, portanto alimente-se adequadamente.

Se for almoçar ou jantar massas e carnes, opte por comer carne no almoço e massas à noite, pois a carne (proteína) induz a produção de hormônios inibidores do sono, e a massa (carboidrato) hormônios facilitadores do sono.

Sono.

Procure dormir adequadamente, ou seja, em torno de oito horas diárias, não invada a madrugada estudando, pois, desta forma estará prejudicando varias funções importantes, tanto cerebrais quanto de recuperação celular, o sono não é perda de tempo, ele é muito importante no desempenho global, pois “sua maquina” precisa render ao máximo, e o máximo só se consegue cuidando bem dela.

Conheça seus ritmos e seus limites, procure respeita-los, seu corpo e sua mente agradecerão.

Lazer.

Procure reservar um tempo para fazer atividades desestressantes, que você curta e que lhe reponham o equilíbrio mental diário. O ideal seria atividades físicas, como caminhadas, ginástica, ou seja, atividades aeróbicas em geral, desta forma conseguiras “aliviar” a sua cabeça ao mesmo tempo em que fará circular mais sangue no seu cérebro, isto ajudará muito no seu desempenho, lazer também não é perda de tempo, é tão importante quanto todos os outros cuidados.

Não seja carrasco consigo mesmo, saiba balancear motivação, trabalho e lazer.

Bem, por enquanto é o que podemos lhe enviar, esperamos que este material lhe seja útil, e o mais importante de tudo: o que você mentaliza é o que mais ajuda ou atrapalha, seja positivo, tenha força de vontade, persista na disciplina em seguir o planejamento, não adiantam as melhores técnicas do mundo se você não confiar em você mesmo, e tenha certeza você é a diferença.

Faça acontecer, aproveite este momento em que esta recebendo este material e pense que tem tudo para ser diferenciado e competente naquilo que se propor a fazer. Confie no seu potencial e mãos à obra. Não é tudo mundo que tem esta chance de fazer diferente, aproveite.

Dúvidas estaremos à disposição para esclarecer o que precisar, não adianta aplicar um método sem ser entendido plenamente.

Saudações. Hector Nievas – hector.nievas@terra.com.br