Mediunidade com Jesus

Valdomiro Halvei Barcellos

Sendo a Luz que brilha na carne, mediunidade é atributo do espírito, patrimônio da alma imortal, elemento renovador da posição moral da criatura terrena, enriquecen do todos os seus valores no capitulo da virtude e da inteligência, sempre que se encontre ligada aos princípios evangélicos na sua trajetória pela face do mundo. (O Consolador Q. 382).

Os atributos mediúnicos são como os talentos do Evangelho. Se o patrimônio é desviado de seus fins, o mau servo torna - se indigno da confiança do Senhor da Seara da verdade e do Amor.

Multiplicados no bem, os talentos mediúnicos crescerão para Jesus, sob orientações divinas, todavia, se sofrem os insultos do egoísmo, do orgulho, da vaidade ou da exploração inferiores, podem deixar o médium entre as sombras pesadas do estacionamento, nas mais dolorosas perspectivas der expiação em vista do acréscimo de seus débitos irrefletidos. (O Consolador Q. 389).

Mediunidade não basta só por si. É imprescindível saber que tipo de onda mental assimilamos para conhecer a qualidade de nosso trabalho ed ajuizar de nossa direção. O Médium moralizado, que encontra na vivência evangélica a conduta de vida, é uma pessoa de bem, que procura ser humilde, sincero, paciente, perseverante, bondoso, estudioso e trabalhador. Cumpre o mandato mediúnico com Amor.

Ao exercício da mediunidade com Jesus, isto é na perfeita aplicação dos seus valores a benefícios da criatura, em nome da caridade, é que o ser atinge a plenitude das suas funções e faculdades, convertendo - se em seleiro de bênçãos, semeador da saúde espiritual e da paz nos diversos terrenos da vida humana, na Terra.

Médium evangelizado, exercendo com amor e espírito de serviço em benefícios do próximo, contribui em grande escala para o progresso geral.

Bibliografia: