Curso Básico de Espiritismo

Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal

5.º CADERNO — O MUNDO DOS ESPÍRITOS

A segunda parte de «O Livro dos Espíritos» trata do chamado mundo espírita, ou dos espíritos. Nela, o codificador do espiritismo — Allan Kardec — procurou situar todos os assuntos que dizem respeito aos seres que habitam esse fascinante mundo, ou seja, os espíritos.

A contribuição desse estudo é de vital importância para a elucidação de inúmeras questões atinentes ao modo de vida que levaremos após deixarmos o corpo físico, as relações dos espíritos entre si e com os encarnados, a reencarnação, as ocupações dos espíritos, a hierarquia existente entre eles, etc.

Neste caderno deter-nos-emos a examinar os seguintes itens:

1. Origem e natureza dos espíritos 3. Diferentes ordens de espíritos
2. Perispírito ou corpo espiritual 4. Percepções, sensações e sofrimentos dos espíritos

SUMÁRIO

«Os espíritos são os seres inteligentes da criação. Eles povoam o Universo, fora do mundo material.

Os espíritos são individualizações do princípio inteligente, como os corpos são individualizações do princípio material».

O nosso planeta começou a oferecer possibilidade de surgimento da vida quando as grandes convulsões telúricas se atenuaram.

É nos seres inferiores que o princípio espiritual se elabora, se individualiza pouco a pouco e ensaia para a vida.

As características gerais dos espíritos das três ordens são as seguintes:

Nos imperfeitos - predominância da matéria sobre o espírito; nos bons - predominância do espírito sobre a matéria; nos espíritos puros - nenhuma influência da matéria.

A existência de um elemento intermediário entre o espírito e o corpo físico é admitida desde a mais remota Antiguidade.

A união do espírito ao corpo físico dá-se no momento da concepção.

O perispírito é uma aquisição do espírito na sua longa marcha pelos caminhos da evolução biológica.

O perispírito é a matriz espiritual do corpo físico.

O perispírito é o sustentador das formas físicas dos seres vivos.

O perispírito retrata o nosso estado mental.

No mundo espiritual, o espírito age com maior liberdade, tendo as percepções que tinha quando encarnado e outras que o corpo físico não permite.

As sensações de frio ou calor que alguns espíritos dizem sentir é a lembrança do que sofreram durante a vida.

ANOTAÇÕES E INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS: