- R -

Radiação [do latim radiatione] - 1. Ato ou efeito de radiar. 2. Qualquer dos processos físicos de emissão e propagação de energia.

Radiar [do latim radiare] - 1. Emitir ondas e energia calorífica, luminosa ou, de modo geral, eletromagnética. 2. Transmitir ondas mentais ou fluidos terapêuticos a um paciente distante. 3. Fazer brilhar, irradiar.

Razão [do latim ratione] - 1. Faculdade que tem o ser humano de avaliar, julgar, ponderar idéias universais; raciocínio, juízo. 2. Faculdade que tem o homem de estabelecer relações lógicas, de conhecer, de compreender, de raciocinar; inteligência. 3. A lei moral; o direito natural; a justiça. 4. Sistema de princípios "a priore", cuja verdade não depende da experiência.

Realidade [do latim reale + -idade] - O que é real, existe efetivamente aos sentidos do homem.

Reencarnação [do latim re + incarnatione] - 1. Volta do Espírito à vida corpórea, em um novo corpo especialmente formado para ele. É progressiva ou estacionária, nunca é retrógrada. 2. Uma das personalidades do Espírito dentro da pluralidade das suas existências. Ver: palingenesia e metempsicose.
A reeencarnação pode dar-se imediatamente depois da morte, ou após um lapso de tempo mais ou menos longo, durante o qualo Espírito permanece errante. Pode se dar nesta Terra ou em outras esferas, mas sempre em um corpo humano, e nunca no de um animal. a reencarnação é progressiva ou estacionária; nunca é retrógrada. Em suas novas existências corporais o Espírito pode decair em posição social, mas não como Espírito, isto é, de senhor pode nascer servidor, de príncipe, artífice, de rico, miserável, mas progredindo sempre em ciência e moralidade. Deste modo o criminoso pode tornar-se homem de bem, mas o homem de bem não pode tornar-se um criminoso. Os Espíritos imperfeitos, que estão ainda sob a influência da matéria, nem sempre têm sobre a reencarnação idéias perfeitas. A explicação que oferecem se ressente de sua ignorância e dos preconceitos terrestres, pouco mais ou menos como se daria relativamente a um camponês a quem se perguntasse se é a Terra ou o Sol que gira. Eles têm apenas uma lembrança confusa de suas existências anteriores e o futuro se lhes apresenta extremamente vago (Sabe-se que a lembrança das existências passadas se elucida à medida em que o Espírito se purifica). Alguns falam ainda das esferas concêntricas que cercam a Terra e nas quais o Espírito, elevando-se gradativamente, chega ao sétimo céu, que é, para eles, o apogeu da perfeição. Mas no meio da diversidade das expressões e da extravagância das figuras, uma observação atenta deixa reconhecer, facilmente, um pensamento dominante, o das provas sucessivas que o Espírito deve sofrer, e dos diversos graus que deve percorrer para chegar à perfeição e à suprema felicidade. Muitas vezes as coisas só nos parecem contraditórias porque não lhes sondamos o sentido íntimo.

Reforma íntima – É mudança comportamental, substituindo a indiferença, os maus hábitos e as atitudes negativas, pelas virtudes, conforme às leis morais cristãs; ou seja, o esforço permanente da pessoa para se renovar moralmente e dominar as más inclinações.

religião . [Do lat. religione.] S. f. 1. Crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais, considerada(s) como criadora(s) do Universo, e que como tal deve(m) ser adorada(s) e obedecida(s). 2. A manifestação de tal crença por meio de doutrina e ritual próprios, que envolvem, em geral, preceitos éticos. 3. Restr. Virtude do homem que presta a Deus o culto que lhe é devido. 4. Reverência às coisas sagradas. 5. Crença fervorosa; devoção, piedade. 6. Crença numa religião [v. religião (1 e 2)] determinada; fé, culto: Esta moça adotou a religião do marido. 7. Vida religiosa: Abandonou o mundo e abraçou a religião. 8. Qualquer filiação a um sistema específico de pensamento ou crença que envolve uma posição filosófica, ética, metafísica, etc. 9. Modo de pensar ou de agir; princípios: Falar mal dos outros é contra minha religião. Religião comparada. 1. Ramo de estudos, desenvolvido principalmente no séc. XIX, em que se empregam conceitos das ciências sociais e métodos e conhecimentos científicos para, mediante a comparação objetiva entre as diversas religiões particulares, determinar a história e explicar a natureza da religião como fenômeno humano universal. Religião de possessão. Antrop. Etnol. 1. Conjunto de práticas e crenças religiosas que formam um sistema em que a experiência da possessão por espíritos, divindades, etc. tem importância central; culto de possessão. Religião do caboclo. Bras. 1. V. linha do caboclo.

Religião dos Espíritos - (vide Espiritismo)

Revelação [do latim revelatione] – 1. Dar a conhecer coisas ocultas. 2. Tirar o véu, mostrar, descobrir, clarear. 3. Doutrina religiosa revelada, por oposição a que se chega pela razão apenas.

Rito [do latim ritu] - 1. Qualquer cerimônia de caráter sacro ou simbólico que segue preceitos estabelecidos. 2. As normas do ritual. 3. O Espiritismo, por ser religião filosófica, de foro íntimo, não estabelece rito, não tem ritual como as religiões tradicionais.

Ritual [do latim rituale] - Conjunto de práticas consagradas pelo uso e/ou por normas, e que devem ser observadas de forma invariável em ocasiões determinadas.