- T -

Taumaturgo [do grego thauma, thaumatos= maravilha + ergon= obra] – Diz-se daqueles que, com ou sem razão, se vangloriam de ter o poder de produzir fenômenos fora das leis da natureza.

Teísmo [do grego teós + -ismo] - Doutrina que admite a existência de um deus, força causal do mundo.

Telegrafia humana – Comunicação a distância entre duas pessoas vivas, que se evocam reciprocamente. Ver: Telepatia.
Esta evocação provoca a emancipação da alma, ou do Espírito encarnado, que vem se manifestar e pode comunicar seu pensamento pela escrita ou por outro qualquer meio. Os Espíritos dizem-nos que a telegrafia humana será um dia um meio usual de comunicação, quando os homens forem mais moralizados, menos egoístas e menos presos às coisas materiais. Até que esse estado seja alcançado, a telegrafia humana será um privilégio das almas de escol.

Telepatia [do grego têle + pat- + -ia] - Transferência de pensamentos e emoções de pessoa para pessoa, sem o emprego dos sentidos conhecidos. Kardec usou a expressão telegrafia humana, significando a comunicação à distância entre duas pessoas vivas, que se evocam reciprocamente. Esta evocação provoca a emancipação da alma, ou do Espírito encarnado, que vem se manifestar e pode comunicar seu pensamento pela escrita ou por qualquer outro meio.

Tendências Inatas - Tendências, idéias ou conhecimentos não adquiridos que, parece, trazemos ao nascer. Há muito tempo discutem-se as tendências inatas, cuja realidade é combatida por certos filósofos que pretendem sejam todas adquiridas. Se assim fosse, como explicar certas disposições naturais que se revelara muitas vezes desde a mais tenra idade e independentemente de qualquer educação? Os fenômenos espíritas lançam uma grande luz sobre esta questão. A experiência não deixa dúvida alguma, hoje em dia, sobre estas espécies de tendências que encontram sua explicação na sucessão das existências. Os conhecimentos adquiridos pelo Espírito nas existências anteriores se refletem nas existências posteriores através do que denominamos tendências inatas.

Teologia [do grego theologia= a ciência dos deuses] - 1. Estudo das questões referentes ao conhecimento da Divindade, de seus atributos e relações com o mundo e com os homens, e com a verdade religiosa. 2. O estudo racional dos textos sagrados, dos dogmas e das tradições do Cristianismo.

Teoria [do grego theoría= ver, contemplar, examinar, estudo] – 1. Conhecimento especulativo e meramente racional. 2. Conjunto de princípios em que se funda uma ciência ou uma arte. 3. Hipótese, suposição.

Tese [do grego thésis, pelo latim these= colocação, proposição] – 1. Proposição exposta para, em caso de impugnação, ser defendida. 2. Estudo para ser discutido e defendido em público, especialmente nos estabelecimentos de ensino superior e médio.

Tiptologia [do grego tuptó + logos + -ia] - Linguagem por pancadas; modo de comunicação dos Espíritos. Tiptologia alfabética.
Nomenclatura muito utilizada para designar o estudo dos raps (plural da palavra inglesa rap - pancada).

Tiptólogo [do grego tuptó= eu bato] - Variedade dos médiuns aptos à tiptologia. Médium tiptólogo.

Tolerância [do latim tolerantia] - Palavra de origem jurídica (aplicada primeiramente à coexistência dos católicos e protestantes) e que significa a aceitação de qualquer modo de pensar e de agir diferente do nosso.

Transe [do francês transe] - Estado de inconsciência ou semiconsciência em que se verificam diversos fenômenos psíquicos ou mediúnicos.

Transfiguração [do latim transfiguratione] – 1. Transformação, metamorfose, mudança radical na aparência, no caráter e na forma. 2. Fenômeno em que o médium sofre mudanca de fisionomia e de expressão por envolvimento fluídico do Espírito manifestante.

Transmigração [do latim trans + migratione] – Ato ou efeito de transmigrar(-se), passar (o Espírito) de um corpo para outro. Ver: Metempsicose, Reencarnação.

Transporte [do latim trans + portare] - Faculdade de efeito físico que permite aos Espíritos transportarem objetos de um lugar para outro.

Trauma [do grego traûma] - Na terminologia psicanalítica, significa uma lesão provocada na psique em resultado de uma experiência que pode ter sido agradável ou desagradável em si mesma.

Trevas [do latim tenebra] – 1. Escuridão absoluta. 2. Conforme informa o Espírito André Luiz, as regiões mais inferiores conhecidas no Mundo Espiritual.