O Homem de bem

Palestra Virtual
Promovida pelo Canal #Espiritismo
http://www.irc-espiritismo.org.br
em conjunto com o Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org.br

Palestrante: Vera Sá
Rio de Janeiro
19/03/1999

Organizadores da palestra:

Moderador: "Safiri-SP" (nick: ||Moderador||) "Médium digitador": Helena (nick: Vera_Sa)

Oração Inicial:

<|Denise|> Deus, Pai de Infinita Misericórdia. Jesus, Irmão e Amigo de todas as horas, estamos aqui reunidos para mais uma noite de estudo. Pedimos que auxilie a nossa Querida Amiga Vera em seus esclarecimento a respeito dessa maravilhosa Doutrina que nos é tão esclarecedora. Abra os nossos corações e nossas mentes e ilumine sempre nossos caminhos para que possamos sempre seguir no caminho do bem! Que Assim Seja!!!

Apresentação do palestrante:

<Vera_Sa> Meu nome é Vera Sá, é muito bom estar com vocês, "internautando" e falando sobre esse tema "O homem de Bem", que para nós, pelo menos para mim, particularmente, é muito difícil! (t)

Apresentação do palestrante:

<Vera_Sa> Fica fácil quando a gente fala do bem dos outros homens para nós. Listaríamos rapidamente como gostaríamos de ser tratados. Assim, retiraríamos as qualidades daquele que é o nosso Homem de Bem! Isto porque, quando estamos em situações consideradas de difícil decisão, sempre vemos que o outro tem que demonstrar sua afabilidade, sua doçura, sua compreensão com as nossas dificuldades e assim por diante. Queremos que ele possua as qualidades do Homem de Bem e não conseguimos neste momento nos colocarmos no lugar dele e também verificarmos que precisamos compreendê-lo, ser benevolente com as suas idéias e até pacientes com as suas dificuldades. No Livro "Jesus No Lar", psicografia de Chico Xavier, o Espírito de Néio Lúcio, nos transmite na lição 19, o contato de Jesus com seus discípulos, onde Tadeu demonstrava seu sofrimento perante as idéias de alguns outros companheiros, quando em situações consideradas de difícil decisão. Foi quando Jesus perguntou-lhe como ele via a felicidade. Tadeu falou da paz para todos e de todos e quando foi indagado como conseguí-la. Ele disse para Jesus que bastaria, que se pudesse alcançar a compreensão dos outros. A partir daí vamos deixar para que vocês leiam as respostas de Jesus, e verifiquem também como Tadeu se via como nós hoje, aquele que precisa ser compreendido e esquecia de compreender a falha dos outros. Por isso, caros amigos internautas, estamos aqui para estudar melhor "O Evangelho Segundo o Espiritismo" em seu Capítulo 17, Item 03 sobre "o Homem de Bem". Temos que manter aquele slogan "Fazer o Bem não importa a quem". (t)

Perguntas/Respostas:

<||Moderador||> [1] <homeover> O chamado Homem de Bem seria o mesmo que o Homem Integral da nossa Joana de Angelis (Psicografia de Divaldo Franco)?

<Vera_Sa> Sim. O Homem Integral para ser integral deverá possuir as qualidades do verdadeiro Homem de Bem, que, tem que cumprir a Lei de Justiça, de amor, de Caridade NA SUA MAIOR PUREZA. O homem integral é visto neste sentido também, como também é importante que visualizemos este conceito com a visão de ver o homem como diz a introdução Número VI, de "O Livro dos Espíritos": "O Homem é formado do corpo, da alma e do laço que prende a alma ao corpo, que é o Perispírito."(t)

<||Moderador||> [2] <homeover> Em nosso planeta de expiações e provas, certamente escasseiam cada vez mais os homens e mulheres de Bem. Conforme se processar nossa transição planetária para mundo de regeneração, crescerá rapidamente a proporção desses seres humanos melhorados?

<Vera_Sa> Na verdade, Homem de Bem no nosso Planeta, nós só conhecemos mesmo Jesus, como está na Pergunta 625 de "O Livro dos Espíritos". Naturalmente no planeta de regeneração, o bem ocorrerá em maior quantidade que o mal, mas isso não quer dizer que teremos o exemplo de outros homens de bem, espíritos que já conquistaram o que consta no Item 03, capítulo XVII, de "O Evangelho Segundo o Espiritismo". (t)

<||Moderador||> [3] <homeover> Quais são as qualidades intrínsecas e indispensáveis dos homens e mulheres de Bem? Podemos incluir nessa classificação irmãos recentemente desencarnados como Madre Teresa de Calcutá, Betinho e Irmã Dulce da Bahia?

<Vera_Sa> As características do Homem de Bem, podem ser assim resumidas: ser bom, e daí já observamos uma diferença, pois nem todo o homem bom é um homem de bem, mas a recíproca é verdadeira. Ser bom já é um grande começo. Ser bom é ser humano, benevolente para com todos, até com os inimigos, com aquele vizinho que bate a porta quando estamos dormindo, ou outras coisas do dia a dia que nos incomodam, afinal ainda nos consideramos o centro do mundo. Portanto não podemos avaliar os Espíritos dos companheiros que listastes diante da imortalidade da alma e da pluralidade das existências, mas pelos frutos observados do trabalho por eles realizado temos a certeza que eles estão bem adiantados no caminho, pois como diz o Item 03, citado já diversas vezes, fé no futuro, fé em DEUS, na sua bondade, na sua justiça, sentimento de caridade, respeito aos outros, a indulgência, a paciência e algumas outras qualidades são conquistas que estes Espíritos demonstraram já possuir. (t)

<||Moderador||> [4] <homeover> Quando, finalmente, poderemos classificar o planeta Terra como lar de Homens e Mulheres de Bem? Quando formos planeta de regeneração avançada ou só quando atingirmos o estágio de mundo feliz ou ditoso?

<Vera_Sa> È, quando chegarmos a ser um mundo ditoso. Se vermos em "O Livro dos Espíritos", perguntas 920, 921 comentário de Kardec, reforçaremos em nós a idéia que já possuímos na consciência, que somos os obreiros da nossa própria felicidade. Portanto quando conseguirmos praticar as Leis de DEUS "que se encontram na consciência", NA SUA MAIOR PUREZA, conseguiremos transformar o nosso planeta neste lar que você tanto quer.(t)

<||Moderador||> [5] <homeover> Irmãos maiores da Humanidade como O Mestre Jesus, Buda, Confúcio, Lao-Tsé, Krishna, Francisco de Assis, seriam o ideal evolutivo do Homem de Bem na Terra?

<Vera_Sa> O Mestre Jesus é o ideal evolutivo do homem que quer continuar caminhando para o bem e portanto com o tempo e as experiências, com o esforço que fizer para domar suas más tendências, alcançará qualidades que o favorecerão a não alimentar o ódio, a não desejar vingança, a perdoar e esquecer as ofensas, a encontrar satisfação nos benefícios que espalha sem vaidade, enfim, estará trilhando o caminho que o Mestre Jesus nos ensinou. Oa demais companheiros citados por você, procuraram desenvolver seus talentos e alcançaram, como sabemos, por suas obras, resultados mais satisfatórios do que negativos. Eles ouviram a voz da consciência em seus atos.(t)

<||Moderador||> [6] <Wal> Kardec afirma em "O Evangelho Segundo o Espiritismo" , cap XVII, item 10: "vivei com os homens de vossa época, como devem viver os homens. Sacrificai às necessidades (...)". Como conciliar isso com a passagem no mesmo item em que ele afirma "Sede joviais, sede ditosos"? Não parece estar havendo um conflito?

<Vera_Sa> Não. Faz parte da Lei de justiça, amor e caridade. Os Espíritos que já entendem mais do que nós, como esse espírito que dá a comunicação do Item 10, "O homem no mundo" em Bordéus em 1863, nos mostram que a Lei de sociedade é para ser vivenciada e que não é o isolamento que nos proporcionará a aquisição de qualidades. Portanto nos incentiva a viver como os costumes e hábitos de nossa época mas não com os vícios e as paixões que ainda se encontram em nossa época. Eles nos falam sobre isso para evitar que fiquemos achando que rezando, rezando e rezando, nos isolando e afastando-nos do que consideramos "pernicioso" é que teremos a trilha do caminho para o Homem de bem. No próprio terceiro parágrafo do Item 10 deste capítulo XVII de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", ele nos chama a atenção para convivência com espíritos de diferentes naturezas e que não nos choquemos quando com eles estivermos. Ele nos incita a sermos ditosos, joviais, enfim, e que busquemos ser espontâneos no que tivermos de melhor. (t)

<||Moderador||> [7] <|Denise|> Boa noite, querida amiga Vera Sá, espero que esteja tudo bem com você!! Desejo que Deus ilumine o seu coração e seus pensamentos, especialmente nessa noite de estudo!!! "O verdadeiro homem de bem é quem age de acordo com as LEIS DE DEUS, sabiamente prescritas por JESUS em seu EVANGELHO, isto é cumprindo as leis da Justiça, do Amor e da Caridade." Poderia nos esclarecer a respeito desse comentário ?

<Vera_Sa> Cara Denise, estamos há uma hora falando sobre isso e se pudéssemos ficaríamos a noite inteira. Nós sabemos das leis na consciência, que o sino toca quando nós saímos do trilho, mas mesmo assim continuamos muitas vezes deixando que nossas imperfeições falem mais alto. Como Tadeu, o Discípulo de Jesus, mesmo acanhadamente perguntamos incessantemente aos Espíritos amigos: Porque será que fulano não me entende? Será que já não sofri demais? Eu bem que tento ser amiga deles, mas eles também não cooperam. Tadeu falou para Jesus mais ou menos assim, está lá na lição 19 do livro "Jesus no Lar", conforme falamos no início: "O discípulo enunciou a Jesus quando indagado sobre a sua interpretação da felicidade: 'Desejo, para esse fim, que o próximo me não despreze as intenções. Sei que erro, muitas vezes, sou humano, entretanto ficaria contente se aqueles que convivem comigo me reconhecesse o sincero propósito de acertar. Vivo na expectativa na cordialidade alheia. A indiferença e calúnia dói-me no coração. Em razão de tudo isso sentirme-ia venturoso, se os meus parentes, afeiçoados e conterrâneos, me buscassem, não pelo que aparento ser nas imperfeições do corpo, mas pelo conteúdo de boa vontade que presumo conservar em minha alma.' Não é assim que ainda nos sentimos em situações semelhantes às descritas por Tadeu? (t)

<||Moderador||> [8] <|Denise|> Se a maioria dos homens tem fé em Deus, como explicar a descrença e os desentendimentos gerais? Seria porque temos fé superficial e irracional?

<Vera_Sa> Nós, espíritas, sabemos que não basta ter fé. A fé tem que ser raciocinada. A fé raciocinada implica um conhecimento de nós mesmos. Descobrir, portanto, as nossas más tendências, e, acima de tudo, buscarmos a transformação moral de nós mesmos para que depois possamos, na prática, auxiliar ao próximo. Isso não quer dizer que vamos ficar esperando essa transformação rezando, isolados num canto, ou coisa parecida; temos que treinar com o outro e é nesse vai-e-vem que ocorrem as divergências. Isso não quer dizer falta de fé, isso quer dizer que somos homens no mundo, como nos diz "O Evangelho Segundo o Espiritismo", no Capítulo XVII, item 10, 1º. e 4º parágrafos, principalmente. O Homem de Bem deposita fé em Deus e sabe que sem a Sua permissão nada acontece e, portanto, entende que as vicissitudes da vida fazem parte do nosso projeto de evolução. Realmente, para melhor respondermos a você e aos demais companheiros que nos acompanham, precisaríamos de mais tempo, pois falar de fé e de Homem de Bem e de caminhos para chegarmos à perfeição que é a nossa meta como Espíritos Imortais seria necessário esmiuçarmos "O Livro dos Espíritos" e "O Evangelho Segundo o Espiritismo", principalmente. Com a ajuda dos companheiros aqui presentes, lembramos do Capítulo XIX de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", no seus itens 11 e 12, de onde retiraremos algumas frases: "Tende, pois, a fé, com o que ela contém de belo e de bom, com a sua pureza, com a sua racionalidade. Não admitais a fé sem comprovação, cega filha da cegueira. Amai a Deus, mas sabendo porque o amais (...)"; "No homem a fé é o sentimento inato de seus destinos futuros, é a consciência que ele tem das faculdades imensas depositadas em gérmen no seu íntimo, a princípio em estado latente, e que lhe cumpre fazer que desabrochem e crescam pela ação da sua vontade". É assim, meus amigos, que poderemos "fazer o bem não importa a quem", pois, porque e para quê e o como fazer não só se encontra em nossas consciências como também nos livros maravilhosos que a Doutrina Espírita nos traz. Jesus exemplificou para nós tudo isso e disse a Tadeu: "Tadeu, se você procura, então a alegria e a felicidade do mundo inteiro, proceda para com os outros como deseja que os outros procedam para com você. E caminhando cada homem nessa mesma norma, muito breve estenderemos na Terra as glórias do Paraíso". (t)

Considerações finais do palestrante:

<Vera_Sa> Esperamos ter respondido a todos vocês como transformar o nosso planeta num Lar, como disse um dos nossos companheiros na noite de hoje, num Lar de Homens de Bem. (t)

Oração Final:

<Dilma_> Senhor Pai de Infinita bondade, agradecemos por mais esta oportunidade, agradecemos a nossa irmã Vera Sá pelos ensinamentos desta noite. Que possa estar sempre pronta a cooperar nessa seara bendita esclarecendo a todos que cruzarem seu caminho. São tantas as nossas necessidades, sabemos o quanto ainda somos imperfeitos. Mas hoje compreendemos que precisamos mudar, precisamos crescer não só em conhecimento mas, principalmente, desenvolver sentimentos, adquirir virtudes que ainda não temos. Ajuda-nos Senhor, auxilia-nos nessa busca. Que possamos abrir nosso entendimento para essas mensagens que aqui recebemos. E que elas possam calar fundo em nossa alma e que possamos nos esforçar na exemplificação. Ampara a todos aqueles que sofrem, que choram, que se desesperam no caminho. Olhai por aqueles que ainda caminham da escuridão de si mesmos. Consola os corações, balsamiza as feridas. Enfim, Senhor, envia os mensageiros divinos para que, mais e mais, possamos beber dessa fonte inesgotável. Que a Tua luz se faça em cada canto do universo , sobre cada criatura. Que assim seja :)