Palestra

Virtual

Promovida pelo IRC-Espiritismo

http://www.irc-espiritismo.org.br

Tema: O Culto do Evangelho no Lar

Palestrante: Lúcia

Moreira

Rio de Janeiro

31/05/2002

Organizadores da Palestra:

Moderador: "_Alves_" (nick: [Moderador])

"Médium digitador": "Maethorin" (nick: Lucia_Moreira)

Oração Inicial:

<Moderador_> Boa noite, queridos amigos em irmão em Cristo. Graças

à benevolência de Deus, nosso Pai, estamos mais uma vez aqui neste

ambiente virtual para podermos aprender mais um pouco sobre as

mensagens do Plano Maior. Possamos todos nos colocar à disposição

dos amigos benfeitores, para que as lições que aqui vamos receber

calem fundo em nossas almas e em nossos corações.

Que Jesus, nosso modelo e Mestre ilumine a nossa palestrante e nos

enseje grandes lições para o nosso crescimento. Pedimos ao Pai que

nos proporcione segurança e equilíbrio. E que ao tomarmos ciência

de novas verdades possamos colocá-las rapidamente em prática. Que

Deus nos abençoe agora e sempre. Que assim seja. (t)

Apresentação do Palestrante:

<Lucia_Moreira> Meus queridos, sou Lúcia Moreira. Sou espírita a

muitos anos, pois nasci em um lar espírita e milito, dentro da

doutrina, como grande admiradora dessa doutrina maravilhosa.

Participo, a 36 anos, da casa de Léon Denis, como médium,

expositora, no atendimento fraterno, dirigente de reuniões

públicas e trabalho, também, no serviço assistencial da nossa

querida Mallet (Núcleo Assistencial Antonio de Aquino).

E a grande beneficiada por tudo isso, tem sido eu, que não canso

de agradecer a Deus a oportunidade que me deu, nesta encarnação,

de conhecer a doutrina espírita, que tanto benefício tem me

trazido. Se não fosse ela, nem é bom pensar o que seria de mim.

(t)

Considerações Iniciais do Palestrante:

<Lucia_Moreira> Bem, hoje, nós vamos falar sobre o culto no lar. O

que é o Culto no Lar? Como devemos realizá-lo? Para quê? Quais os

benefícios que ele nos proporciona?

Culto no Lar é a reunião íntima e informal que todos nós devemos

realizar em nossas casas com os nossos familiares em benefício da

harmonização da nossa casa. Nós poderíamos melhor dizer que é o

Culto do Evangelho no Lar.

Como devemos realiza-lo?

Primeiro, escolhermos um dia da semana e hora CERTA para fazê-lo.

Reunirmos, os nossos familiares. Lermos uma página de ambientação,

(nós, particularmente, gostamos muito do livro "Jesus no Lar").

Fazermos uma prece. Lermos um trecho do Evangelho Segundo o

Espiritismo, de Allan Kardec. Conversarmos sobre as páginas lidas.

E, depois, uma prece de encerramento. Podemos colocar, também,

água a ser fluidificada, para depois bebermos.

Isso não é uma regra, porque ela pode ser adequada as necessidades

de cada família. Por exemplo, que tem crianças, para que elas

possam, também, participar, é interessante fazermos leituras de

textos adequados à faixa etária das crianças. Outros gostam de

fazer leitura do Livro dos Espíritos. Outros, das obras de André

Luiz. Mas sempre se deve fazer a leitura do Evangelho Segundo o

Espiritismo, porque a finalidade precípua é fazer o Culto do

EVANGELHO no Lar.

Para quê fazemos isso?

Todos nós sabemos que temos amigos espirituais e aqueles que não

são mui amigos. E mesmo, às vezes e, nossas famílias, nem todos os

espíritos, ali reunidos, são espíritos afins. Muitas das vezes,

nos reunimos em família para aprendermos a amar e perdoar. E o

Culto do Evangelho no Lar funciona como um elemento catalisador,

harmonizador, evangelizador para todos os que ali estão.

Quais são os benefícios que ele pode nos proporcionar?

O entendimento. A aproximação. A pacificação. A harmonização. O

Culto do Evangelho no Lar tem as maiores variações possíveis. Ele

não só serve para o nosso lar, como também serve como um foco de

luz para a nossa vizinhança, e até mesmo para a nossa rua e a

nossa localidade, onde moramos. Muitos poderão dizer: Mas, a única

pessoa espírita em minha casa sou eu! Outros poderão dizer: Eu

moro sozinho. Outros poderão dizer: Eu não tenho condição

espirituais para dirigir um culto. E eu só posso dizer a vocês o

seguinte: Sejam quais forem as dificuldades, tentem, comecem,

façam.

Vou citar uma experiência de uma companheira, que é muito

interessante e nos foi passado no atendimento fraterno: Jovem,

espírita, acostumada a fazer o Culto do Evangelho no Lar, casou-se

com um rapaz que tinha o vício do alcoolismo e tentou implantar no

seu novo Lar, o culto. O seu esposo, embora pessoa boa, todas as

vezes que se alcoolizava, transformava-se em um homem extremamente

violento. E a jovem procurava fazer o seu culto em dias que ela

achava que ele não iria beber. Mas parecia que um "mosquitinho"

cochichava no ouvido dele, e por mais que ela mudasse os dias de

semana para a realização do seu culto, era justamente naquele dia

que ele bebia. E chegava em casa no horário certo do culto. Fazia

uma arruaça, rasgava o Evangelho, dizia que não queria aquelas

práticas dentro de sua casa. E a jovem, por ser muito convicta da

utilidade do Culto no Lar, teve uma feliz idéia: passou a fazer o

seu culto, (Pasmem!), dentro do box do banheiro, utilizando já o

seu Evangelho todo desfolhado... Passaram-se anos. O nosso amigo

ficou muito doente e, com a perseverança da nossa jovem, ele

passou a sentar-se à mesa para fazer o culto junto com a sua

família. Alguns anos depois, o seu esposo desencarna e numa

comunicação que ele dá, agradece a Deus o bem que fez ao seu

espírito aquelas reuniões de culto no lar que ele participou.

Por isso, meus queridos, não deixem de fazer o Culto do Evangelho

no seu lar. Ou, pelo ao menos, o hábito da leitura do Evangelho,

no seu lar. Temos companheiros que dados a dificuldade de horários

da família, (trabalho, estudo e etc), fazem uma leitura do

Evangelho diariamente, na hora do café, ou do jantar ou do almoço.

O importante é a presença da leitura do Evangelho Segundo o

Espiritismo em nossos lares. (t)

Perguntas/Respostas:

<[moderador]> [1] - <Mei_PB> Por que alguns se utilizam da

expressão culto, quando sabemos que no Espiritismo não existe

culto, mas, sim, um estudo a respeito do ESE no lar?

<Lucia_Moreira> Isso é uma questão de nomenclatura, que não

influi, nem contribui, não desmerece e nem enaltece. (t)

<[moderador]> [2] - <_Alves_> Boa noite, Lúcia, seja muito bemvinda.

Por que somente a partir de André Luiz começou-se a falar

no Evangelho no Lar?

<Lucia_Moreira> Olha, meu querido, você pode ter esse

conhecimento, a partir dessa data, mas eu, que nasci em um lar

espírita e já estou com 67 anos, e os meus pais sempre fizeram o

culto lar, porque se você ver lá no Cap XXIX, do Livro dos

Médiuns, quando Kardec estuda sobre as sociedades espíritas, que

nada mais é que o centro espírita, ele nos orienta sobre a

necessidade do culto do Evangelho no Lar. (t)

<[moderador]> [3] - <Maethorin> O que fazer quando se sente uma

certa "preguiça", exatamente na hora do culto, ou uma certa

desavença, que desestabiliza o ambiente?

<Lucia_Moreira> É uma pergunta muito interessante, pois eu me

esqueci de falar. É muito comum, quando nos propomos a fazermos o

Culto do Evangelho no Lar, tudo acontecer naquele dia. Esquecemos.

Sentimos preguiça, como você. Um filho fica doente. Chegam

visitas. E outros empecilhos mais. Isto tudo faz parte daqueles

"amiguinhos" não muito amigos nosso, que não querem que melhoremos

o nosso "tônus" espiritual. O que vai determinar a importância do

Evangelho em nosso lar, e nos dá a credibilidade na

espiritualidade superior é a nossa perseverança. Se esquecermos,

façamos na semana seguinte. Se chegar visita, convidemo-las a

participar. Se um filho ficar doente, façamos com ele no colo, e

etc. Agora, claro que toda regra tem exceção. Se, de todo

realmente, por motivo imperioso maior não pudermos realizá-lo,

deixemos o Evangelho aberto na mesa e na próxima semana, o

realizaremos. (t)

<[moderador]> [4] - <titrigo> Algumas pessoas, do meio espírita

mesmo, consideram o termo "culto no lar" como sendo incorreta, por

causa da palavra culto. Acreditam que seja mais correto dizer

"Evangelho no lar". O que pensar disso?

<Lucia_Moreira> Eu já respondi, lá em cima, para o Mei_PB, que

isso é apenas uma questão de nomenclatura. Não invalida, o culto,

ou Evangelho no lar, ou reunião. O importante é a REALIZAÇÃO! (t)

<[moderador]> [5] - <titrigo> Podem os espíritos aprenderem também

no culto do evangelho no lar, junto conosco mesmo?

<Lucia_Moreira> Claro, claro que pode. Você viu o caso que eu

contei, que não só o rapaz impedia, mas os espíritos que o

acompanhavam, também. Agora, uma coisa é importante: O Culto do

Evangelho no Lar, não é, de forma alguma, para manifestações

espíritas, psicofônicas ou incorporação ou psicografia. (t)

<[moderador]> [6] - <|IQUE|> Temos um determinado horário para o

evangelho no lar e se por acaso nos atrasarmos a espiritualidade

continua nos auxiliando?

<Lucia_Moreira> O horário, é como eu falei para o início. Nós

devemos escolher um horário adequado as necessidades da família.

Mas, se você atrasar cinco ou dez minutos, os espíritos superiores

são muito compreensivos. Por isso é que são superiores. (t)

<[moderador]> [7] - <Eduard27RJ> Como fazer numa casa em que

somente uma pessoa está disposta ao culto e as outras são contra?

Pode essa pessoa sozinha fazer o culto?

<Lucia_Moreira> Claro que pode! Você pode fazer no seu quarto, na

sala, "ou até mesmo no box do banheiro". O importante é fazê-lo.

(t)

<[moderador]> [8] - <titrigo> Há algum livro específico para o

Culto do Evangelho no Lar, ou mesmo o Evangelho Segundo o

Espiritismo?

<Lucia_Moreira> É sempre bom ler uma página inicial, de acordo,

como falei lá em cima, com as necessidades familiares ou até mesmo

particulares. Agora, o importante é a leitura do Evangelho Segundo

o Espiritismo. Essa não DEVE FALTAR! (t)

<[moderador]> [9] - <Str3LinhAle> O que eu devo fazer para colocar

o Evangelho no meu lar? Da ultima vez que tentei, minha mãe disse

que era besteira e que eu deveria ir é pra missa...

<Lucia_Moreira> Se você é espírita, eu já falei várias modalidades

que a gente pode implantar o hábito do Evangelho no seu lar. Por

exemplo: você pode começar a fazer na hora em que você for dormir.

Sua mãe não irá lhe impedir. Você marca, na semana, um dia e hora

certa para você se recolher, e faça. Sem contrariar a sua mãe, e

tenha a certeza, não se espante se um dia ela descobrir e querer

fazer junto com você. Tente só, tente! (t)

<[moderador]> [10] - <LOD_AKENATON_LOD> Qual o problema da palavra

culto?

<Lucia_Moreira> Meu querido. Esqueça a palavra culto. lembre-se da

palavra EVANGELHO. Evangelho é uma palavra grega, formada de duas

palavras: EU, que quer dizer: BOM, BEM, BOA. ENGALIÔ, que quer

dizer: BOA NOVA, BOA NOTÍCIA. Então, guarde essa BOA e NOVA

NOTÍCIA, trazida pelo senhor Jesus. O Evangelho no nosso lar é a

BOA NOTÍCIA da reflexão, do aprendermos a amar uns aos outros. De

aprenderemos a nos respeitarmos mutuamente. De aprendermos a

compreender a dificuldade do outro. De aprendermos a não exigirmos

do outro mais do que ele tem e pode nos dar. De, antes de vermos o

defeito do outro, nos indagarmos: Que pensaria ele de mim, se ele

me visse fazendo o que eu faço, pensando o que eu penso. Essa é a

BOA NOTÍCIA. Que o Senhor Jesus veio trazer para nós e que nós

devemos trazer para dentro do nosso lar. (t)

<[moderador]> [11] - <Str3LinhAle> O estudo ou culto do Evangelho

no lar deve ser aberto a discussões em relação ao tema, ou é

apenas de reflexão?

<Lucia_Moreira> Olha, como nós falamos, o culto é uma reunião

informal. Então, quando é trazido, na família, os mais variados

temas de comportamento, de socialização, até políticos, eles devem

ser analisados à luz do Evangelho do Senhor Jesus. Que, O

Evangelho Segundo o Espiritismo nos explicita tão bem. (t)

<[moderador]> [12] - <Str3LinhAle> Se eu já passei anos no mesmo

horário fezendo o culto, depois eu posso me dar ao "luxo" de não

seguir o ritual da hora?

<Lucia_Moreira> Antes de mais nada, não é um ritual e sim

disciplina, e nem é, também, uma coisa rígida. A importância da

regularidade da hora é porque você está fazendo uma solicitação à

espiritualidade que protege o seu lar e os seus familiares. Os

espíritos superiores, eles são disciplinados. Disciplina é um dos

fatores primordiais ao progresso e à evolução. (t)

<[moderador]> [13] - <Str3LinhAle> Apenas eu ler o Evangelho

Segundo o Espiritismo é o suficiente durante todo ano? Como eu vou

saber se estou fazendo a interpretação certa, se estarei sozinha?

<Lucia_Moreira> O Evangelho é tão introspectivo e pessoal que,

quando o lemos, a interpretação que fazemos é de acordo com os

nossos sentimentos, e reflexões, onde o ser analisado somos nós

mesmos. Quando lemos o Evangelho é como se estivéssemos dizendo:

isto foi para mim... (t)

Considerações finais do palestrante:

<Lucia_Moreira> Quero dizer que, espero que tenha sido válido essa

conversação virtual. E, se vocês ainda não fazem o Culto do

Evangelho no Lar, passem a fazê-lo. Muito Obrigada! (t)

Oração Final:

<titrigo> Senhor Jesus! Mestre de infinita bondade e misericórdia.

Aqui estamos, Senhor, buscando o aprendizado que nos possibilitará

o progresso individual e coletivo, Senhor. Agradecemos muito por

essa oportunidade pela internet, que nos une em ideal e

sentimentos. Abençoe, Senhor, a todos os presentes e os que não

puderam estar conosco nesta noite. E que todos nós, juntos,

Mestre, possamos buscar sempre o melhor!

Obrigado, enfim, Mestre, pela vida e por esse momento! Graças a

Deus, que assim seja (t).