O que significa estruturar idéias?

Pensemos em um livro. Vamos supor que ele seja escrito em linguagem conceitual. Esse livro tem vários capítulos e apresenta-se com clareza e boa organização. Como o autor conseguiu isso? Com certeza ele tem bom domínio do conteúdo e estruturou suas idéias em uma seqüência que garante a clareza. O livro é dividido em capítulos e cada um deles se organiza em parágrafos. Estes, por sua vez, são compostos por períodos, nos quais se alojam as idéias. É possível, então, reconhecer vários níveis de organização das idéias. Não importa a extensão do conteúdo. O autor deverá ter sempre a capacidade de estruturar suas idéias. Sem isso, sua obra não será compreensível. Ou seja, não é suficiente que se tenha bom domínio do conteúdo e conhecimento das estruturas de organização do texto. É preciso ter uma boa estrutura de idéias. E para isso é necessário planejar bem o texto.

1. Idéia e estrutura
Idéia refere-se a conteúdo. Uma seqüência de idéias está relacionada com a estrutura. É o conhecimento do assunto que indicará o que é essencial ou principal em um texto ou em uma obra. A seqüência de idéias começa a ser definida quando optamos pela estrutura do ensaio e se completa na organização dos parágrafos.

2. Conteúdo e estrutura
O planejamento de um texto é a maior garantia para se obter uma boa estrutura de idéias. Do mesmo modo que um escritor planeja um livro prevendo partes, capítulos e subtítulos, é possível planejar um texto menor prevendo seus parágrafos.

Mesmo em um texto pequeno, as idéias principais podem ser reunidas em um resumo, numa síntese ou em uma seqüência de itens. Se a síntese do conteúdo for feita com a previsão dos trechos do texto, provavelmente estarão sendo definidas as idéias centrais dos parágrafos.

3. Parágrafo e estrutura
Ao definir as idéias centrais do parágrafo, começa a ficar claro para quem escreve, e para o futuro leitor, a relação entre conteúdo e estrutura do texto.

Quando considerados elementos que relacionam conteúdo e estrutura de idéias, os parágrafos não são aleatórios.

Portanto, os parágrafos não são resultado apenas de regras preestabelecidas sobre sua construção. Eles são decorrência natural da necessidade de distribuir bem o conteúdo no texto e também uma forma de valorizar as idéias principais desse conteúdo.

4. Idéias secundárias
Um texto contém muito mais idéias secundárias do que idéias principais. Os conteúdos das idéias secundárias não são os mais importantes, mas sem eles o texto não flui — torna-se pesado. Na verdade, não é possível escrever um texto sem as idéias secundárias.

Para lembrar:

As idéias secundárias funcionam como atores coadjuvantes. Cumprem um papel secundário, mas imprescindível. Redigir bem depende muito do domínio que o autor tem dessas idéias.

Colocadas em excesso, as idéias secundárias dificultam a compreensão do essencial. Mas quando há idéias de menos, o texto fica sintético demais, telegráfico. As idéias secundárias são dispensáveis somente quando queremos fazer uma síntese ou um resumo do conteúdo.

No texto seguinte, as idéias principais compõem todo o primeiro parágrafo.
O segundo e o terceiro parágrafos desenvolvem idéias principais e secundárias ou complementares

Esta primeira conferência será dedicada à oposição leveza-peso e argumentarei a favor da leveza. Não quer dizer que considero menos válido o argumento do peso, mas apenas que penso ter mais coisas a dizer sobre a leveza. Idéias principais
Depois de haver escrito ficção por quarenta anos, de haver explorado vários caminhos e realizado experimentos diversos, chegou o momento de buscar uma
definição global de meu trabalho. Idéia principal
Gostaria de propor o seguinte: no mais das vezes, minha intervenção se traduziu por uma subtração do peso; esforcei-me por retirar peso, ora às figuras humanas, ora aos corpos celestes, ora às cidades; esforcei-me sobretudo por retirar peso à estrutura da narrativa e à linguagem. Nesta conferência, buscarei explicar — tanto para mim quanto para os ouvintes — a razão por que fui levado a considerar
a leveza antes um valor que defeito; Idéia principal
direi quais são, entre as obras do passado, aquelas em que reconheço o meu ideal de leveza; indicarei o lugar que reservo a essevalor no presente e como o projeto no futuro.


Italo Calvino, Seis Propostas para o Próximo Milênio

Glossário

Aleatório: dependente de fatores incertos, sujeito ao acaso, casual, fortuito, acidental.
Resumo: sumário, sinopse, redução de um conteúdo ao essencial.
Síntese: aqui a palavra está utilizada como sinônimo de resumo.

Copyright Klick Net S.A. Todos os direitos reservados.